Doulas na História

Desde que existimos, mulheres fazem seus partos acompanhadas por outras mulheres.statue-doula
Algumas para focarem no parto e cuidarem do recém-nascido, outras para darem apoio e orientação. Sempre foi visto como um momento feminino.

Durante a hospitalização do parto em meados do século XX, os partos de alto risco deixaram de ser um evento familiar para serem levados a ambientes destinados a doentes. De uma forma muito rápida, os partos ditos de baixo risco também foram levados para esses ambientes ‘por precaução’ e a figura do suporte físico e emocional foi deixada para trás…
até que essas comadres com experiência em partos e maternidade ressurgiram com o título de DOULAS. Presentes desde o início dos tempos, mas agora como profissionais. O papel da doula foi resgatado não para simplesmente relembrar tradições antigas mas devido aos estudos indicando que a presença de uma pessoa que não faz parte da equipe técnica e nem da família auxilia no trabalho de parto. Foram diversas análises e o espaço das Doulas nos partos hospitalares ainda é uma luta constante.

Neste link, resultados de estudos analisados para corroborar os benefícios atuais de se ter uma doula.

Neste curto documentário, se fala da importância das Doulas.

Em quase todas as imagens de partos da antiguidade são vistas as parteiras pegando o bebê e a(s) doula(s) amparando a mulher. Podemos observar em quase todas as gravuras e esculturas que próxima a vagina há uma PARTEIRA (hoje também conhecidas como obstetrizes ou enfermeiras obstétricas ou obstetras) e mais mais perto do rosto ou das costas há uma ou mais DOULAS.

Seguem aqui, registros históricos que comprovam que a origem da doula é tão antiga quanto a origem dos partos assistidos.
(passe o mouse sobre as imagens para ler suas descrições)

Portanto,  o acompanhamento de doulas não é moda, não é supérfluo, não é “muita coisa”. É algo que faz parte desse universo. Já ouviram a frase “Doula não faz parto, doula faz parte”? Pois é. Pensem nisso. Junto com as inúmeras informações, disponíveis hoje em dia, a forma de lidar com essa fase transitória de mulher para mãe, pode ser mais suave com a presença de alguém fora da família que oferece esse apoio contínuo.

2 comentários sobre “Doulas na História

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.