Relato de Parto de Danielle Nunes Borges – Nascimento da Maria Julia na Maternidade Brasília

39+1, primeiro parto, 6hrs de TP ativo
Maternidade Brasilia
Doula Priscila Saldanha – da Rede Ocitocina
Obstetra: Dr Shakespeare
Fisio: Vandete Marinho De Melo
Acunputura: Aylla – Shen Terapia
Aqui está algo que esperei muito tempo pra poder escrever, é difícil conseguir colocar um dia tão importante no papel. Por mais que eu tenha lido uns mil relatos, meu parto “me pregou uma peça”, pois nunca pensei que eu seria a protagonista de um TP de 6 hrs.. e Deus me mostra mais uma vez que eu não sou dona da minha vida! Já pesquisava sobre parto normal há alguns anos, e depois de estar grávida, ao mesmo tempo com minha irmã, mergulhei com tudo nas informações, buscando o melhor pra nós. Primeiro de tudo, fui buscar a ajuda de uma doula, pq sabia que por mais que eu soubesse de quase tudo, seria um acalento na hora H e a fuga de uma decisão errada. Encontrei com a Priscila, e foi amor à primeira vista, conversamos muito e nossas ideias batiam! Primeira parte, estava resolvida!!
Depois a tão chata busca por um obstetra, pelo convênio mesmo. Comecei com uma que adorei, até que com 12 semanas, fui fazer a morfológica com Doppler com a própria obstetra (que não durou nem dez minutos), e ali veio a primeira notícia que me fez duvidar da decisão dela: eu teria risco de pré-eclampsia no final da gravidez, já sai de la até com a prescrição de medicação na mão, e que me explicaria na próxima consulta, que seria 3 dias depois desse exame. Mas como assim? Toma remédio, depois te explico? Após muito pesquisar, vi que não era bem assim e decidi não tomar o remédio! Fui a consulta, estava tudo ok, e disse pra ela que estava tomando a medicação, afinal, só queria continuar fazendo meu pré natal sem perturbação. Sai do consultório e meia hora depois, sangrei no meio da rua.. Desespero total.. Tentei ligar pra médica por 3x, até que ela atende perguntando quem estava perturbando-a daquele jeito! OI?? Voltei correndo pra la, por ser mais fácil que hospital, fiz outra ecografia, bebê ok. Sai de lá, e nunca mais voltei.. E fico até hoje pensando o que teria acontecido se tivesse tomado a medicação, já que passei sangrando por 3 dias. Resolvi fazer outra ecografia, em outro local, sem falar nada sobre. Exame super Normal. Troquei de Obstetra.
Pelos relatos, encontrei um pelo convênio e que não cobrava pelo parto normal aqui em Brasília, Dr Shakespeare, seria com ele ou com um plantonista o meu parto.
Procurei também a acupuntura, para ajudar a diminuir o sangramento e continuei fazendo até o final da gestação, o que me ajudou demais nos enjoos, na azia, nos inchaços.. Fazia em Aguas Claras, na Shen, com a Aylla, um amor!!
Com 34 semanas, comecei a fazer a fisio pélvica.
Conheci a Vandete, super profissional e um amor de pessoa , que me explicou o uso do Epi-no, que não havia garantia de não se ter laceração.. mas fiz no intuito de conhecer meu corpo e saber o que estava por vir.. Nossos encontros foram feitos na minha casa e alguns com presença do meu marido (o que me deixava super confortável).
Com 35 semanas, comecei a comer as tâmaras frescas, 2 por dia, e com 36 comia 7 tâmaras por dia, pura, ou com morango, ou batida no suco. Com 37 semanas, iniciamos o expulsivo com o Epi-no e confesso que quase arremessei a Vandete pela janela.😂😂😂 Que dor era aquela? Será que vou dar conta? E passei pensando nisso até a próxima sessão, que fiz com meu marido, e vi que com o apoio dele, era muito mais fácil, e coloquei na cabeça que na hora do parto seria mais fácil ainda, pois teria a contração, os hormônios e a vontade de ver minha filha..
Sexta feira, dia 16/02, fui pra um churras, e me senti incomodada com muuuuitas contrações de treinamento, sem dor e uma sede que não cessava, inexplicável. Resolvi vim embora, achando que estava era com diarreia, e não queria estar na casa dos outros caso algo acontecesse… hahaha.. vim pra casa, e passei a noite bebendo água (bebi uns 5litros) e fazendo muitooo xixi!
Acordei sábado, completando 39 semanas e um mau humor danado pq não havia dormido! Após descansar, fiz minha sessão da fisio, que foi diferente e já notava que algo estava acontecendo. Após a massagem do períneo, fomos pro expulsivo, porém, colocava Epi-no e ele saía sozinho, sem dor, sem esforço, até num tamanho que eu nunca tinha feito o expulsivo.. Resolvemos não forçar. Um tempo após a sessão, comecei com um sangramento e fui orientada a ir pra Maternidade Brasília, fazer uma ecografia! Após horas de espera, fizeram um toque, estava com 2cm de dilatação, e eu não sentia nada de dor!! Ecografia feita, estava tudo ok!! Sangramento inexplicável.. Voltei pra casa 01 da manhã!
Dormi super bem até as 05:30 do domingo, dia 18/02 (39+1), quando acordei pra fazer xixi, e notei uma cólica. E vi que essas cólicas vinham junto das contrações de treinamento e estavam ritmadas. Resolvi tomar um banho quente pra ver se evoluía ou não. Contrações estavam entre 6 e 8 minutos! Tentei sentar na bola, não consegui, achei que era pela contração.. outra tentativa, não dava, parece que sentia algo no meio das pernas.. incomodava sentar! Marido apareceu no banheiro perguntando o que tava acontecendo as 06:10, as contrações estavam já entre 3 e 4 minutos, com duração de menos de 1 minuto. Pensei: “é o banho quente, vou é tentar dormir, devem ser pródromos!”.. Deitei, piorou, não achava posição. Minha irmã brigando, mandando eu ir pro hospital, que meu parto poderia não ser longo como o dela (foram 20hrs de TP).. As 07, entrei em contato com as doulas, contrações continuavam ritmadas, com intervalo de 2 a 3 minutos, mas eu não sentia nada além de incômodo da posição e cólicas no “pé da barriga”.. as 07:15 comecei a sentir dor na lombar, estava de cócoras numa pilha de travesseiros, respirando e fazendo alguns poucos gemidos, que chamaram a atenção do marido de novo. Mas não queria ir pro hospital, na minha cabeça aquilo ainda iria demorar por horas..
Às 07:50, vomitei, e vi que a coisa tava séria mesmo, resolvi ir pro hospital. Doula a caminho, aviso irmã fotógrafa e minhas comadres que são minha rede de apoio.. Contrações continuaram ritmadas a caminho da maternidade (2/2min). “Oi mãe, to indo pro hospital, só tenho dois minutos pra conversar.. aiiii..tchau mãe.. “ Cheguei lá caminhando, sorrindo e pensando que era o dia, e que até a noite teria a Maria Júlia nos braços!
Estava vazio, só tinha eu na recepção, fui atendida e fizeram um toque as 08:40, pq afinal, eu estava bem demais (andando, sorrindo e conversando)! Pra minha surpresa e do médico tbm, estava com 6cm de dilatação já!

IMG-20180218-WA0154

ndo mesmo, cheguei la na porta, encontro Dr Shakespeare que estava de passagem, dando alta para uma paciente dele (Olha Deus agindo ai de novo)! Perguntou se poderia me acompanhar e se eu queria um toque, eu disse que sim, pq já estava com bastante dor naquele momento e contrações uma atrás da outra e ouvi a doula dizer que eu já estaria com 8 ou 9 de dilatação, ai fiquei curiosa. Entrei no quarto, subi na cama, outra contração.. passou e eu resolvi deitar.. “Correeee que tem uma coisa saindo daqui!”, era a bolsa estourando! Líquido claro, estava td bem! Toque as 10:20: “9cm já, e não faz força não, senão ela nasce aqui, ta bem aqui.. pode descer direto pra sala de parto”.. IMG-20180218-WA0138
Fui fazer o Cardiotoco e fiquei por ali aguardando um quarto. Após uma meia hora, o trem apertou, e nada de liberarem o quarto pra eu ir pro chuveiro (estavam higienizando), ficamos por ali mesmo, e eu implorando pelo quarto e pelo chuveiro, doula massageando, marido apoiando, irmã fotografando e eu gemendo!!rsrs.. Quarto liberado, fui caminha
(Foto no elevador pra registrar o momento.. hahaha)..
Cheguei na sala de parto 10:30, agarrei na maca de cócoras e ali perdi de vez a noção do tempo.. Sala escura, uma luz verde ao fundo.. Marido me lembra da playlist.. colocamos as músicas que ouvi durante toda a gestação!! Contraçãooooo.. apertava a mão do marido, pra não morder o bichim e ele no ouvido me dizendo que tava tudo certo, que eu era forte, que ia conseguir.. “traz nossa bebê pra Ca!”..❤ e Dr mandando fazer força que “o cabelo já estava de fora”. Mas eu não sentia nada de puxo, nada da famosa vontade de fazer cocô.

IMG-20180218-WA0108

E ficava lembrando de tudo que li, pra não fazer força fora da hora, senão podia lacerar, não fazer força que eu ia me cansar fora de hora.. e ai, eu sentava! E foi assim por algumas contrações, eu na minha razão, tentando ser dona do meu corpo, ouvindo as músicas e sentindo o momento.. contração, eu ficava de apoiada na maca, mas quando dr chegava perto de mim, eu sentava! rs.. Doula sugeriu ir pra banqueta, fui! E ali me senti melhor.. minha irmã chama a atenção pra música que esta tocando: “e tu virias numa manhã de domingo, eu te anuncio nos sinos das catedrais.. tu vens!”..😍 Assim, me entreguei.. Continuei sem sentir puxo ou vontade, só contração.. então, Shakespeare sentou na minha frente e falou pra eu fazer força. Fiz e escuto minha irmã falar que ela tava saindo.. “Ta vindo irmã, ela ta descendo.. é cabeludinha!”.. Mais uma contração, e sinto a ardência já conhecida!! Saindo a cabeça.. “Aiiiiii socorrooo! Puxaaaa!!!”.. Arranjei mais força pra manter aquela contração, ele tentou tirar a circular de cordão que ela estava, mas não dava, cordão curto! Esperou a próxima contração, saiu o corpo.. e eu sorri, já não tinha mais dor.. isso durou uns 40 segundos.. Ele puxou o cordão pelo corpinho dela… e ela veio, direto pro meu colo! Quentinha, escorregadia, de olhão aberto, sem chorar inicialmente, só olhando a movimentação! 😍 E ali ficamos, um tempo, extasiados e recebendo aquele amor em forma de gente nos braços, nosso presente de Deus! Dr pediu que eu tirasse o top que estava, pra ela poder mamar, disse que estava esperando o cordão parar de pulsar pra cortar, e perguntou quem cortaria, e minha irmã o fez! Assim, fui pra maca, aguardar a placenta, que não saía. Recebi após uns 20 minutos eu acho, as ampolas de ocitocina, pq eu estava sangrando bastante e já estava com anemia. Fizeram a manobra da placenta, massagem (que dói mais que parir.. Gsus) e pronto! Conversando durante esse processo, me disseram que Maria Júlia tinha nascido as 11:14, e ai minha ficha caiu. 6hrs de trabalho de parto apenas, com menos de duas horas de dor, que ainda eram “suportáveis”.. Não tive analgesia, nem lembrei dela.. Não tive laceração de períneo.. PhotoGrid_1524266728498
Acho que todo o conjunto ajudou pra que eu tivesse um parto assim.. Eu me emponderei demaaais, estava super tranquila e consciente do que passaria, comi as tâmaras, fiz o epi-no.. tudo que estava ao meu alcance, eu fiz! E Deus fez o resto por mim! E toda a preparação que fiz pro parto, fiz tbm pra amamentação, mas digo, nada nos prepara pra amamentar.. hahahaha.. achei muito mais fácil parir, e olha que eu nem tive machucados nos seios ou qualquer outro problema maior!!!
Puerpério também é tenso.. pensem muuuuito na rede de apoio que terão após o nascimento.. Parir é fichinha perto de pós parto!! rs..
Como muitas dizem, mulheres sabem parir e bebês sabem nascer!!! Mas vejo que o processo é complexo, e nossa cabeça nos leva a um outro nível de consciência.. Saber tudo o que pode acontecer é ótimo, mas a companhia da doula e do acompanhante consciente é muito importante! Eu Consegui e foi melhor do que eu esperava!!
Gratidão a Deus e Nossa Senhora, ao grupo (Doulas de Brasilia), aos relatos,a quem me ajudou e orientou!! 🙏🙏🙏

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s