Relato de Amamentação – Rebeca Guillardi

Bebê: Calebe
Calebe nasceu de 41 semanas e 3 dias, com 3,490kg e 53cm. Desde as 35 semanas eu já tinha colostro nos seios. No final da gravidez, bastava me emocionar para começar a vazar.
Por causa disso, todos, inclusive eu, pensávamos que a amamentação seria super fácil e tranquila. Mas depois de um longo trabalho de parto e uma cesárea, as coisas não foram tão simples como imaginávamos.
O bebê só queria dormir e não demonstrava interesse em mamar.
Eu, com seios muito grandes, não estava conseguindo acertar a forma de segurar o bebê e oferecer o seio pra ele. Além de tudo, ele veio com alterações no “freio da língua” e tinha dificuldades com a pega.
Eu me vi na situação de estar com os seios vazando e ainda assim tive que ouvir da equipe do hospital que “Talvez tenha que dar a fórmula, mãezinha”.
Exigi que ele fosse alimentado exclusivamente no seio ou com meu colostro. A pediatra solicitou que monitorassem a glicemia dele de 3h em 3h.
No terceiro dia internados, uma fonoaudióloga diferente veio nos atender e foi incrível. Ela me ajudou a fazer uma espécie de tipóia com fralda para apoiar o seio enquanto o bebê mamava, para me dar mais segurança e apoio. O bebê já começava a se interessar mais pelo peito. Ainda mamava apenas 10 minutinhos por vez em intervalos longos. Ainda queria dormir muito. Mas estava mamando.
A apojadura veio, o leite desceu. E cada vez ele mamava mais. Com a ajuda dessa mesma fonoaudióloga, da nossa EO Carol Alves, do Dr Luis Otávio e da nossa doula Yohanna, continuamos insistindo. E mesmo com freio curto e falta de apoio do resto da equipe inteira dos plantões do hospital, conseguimos.
Tivemos alta 5 dias depois que ele nasceu, devido a fototerapia que tivemos que fazer. E saiu de lá pesando quase 3,690kg, mais pesado do que no dia em que nasceu.
Seguimos o acompanhamento no banco de leite depois da alta e fomos sempre muito atendidos.
Hoje Calebe tem quase 10 meses e eu sou doadora de leite. E meu bebê que começou mamando tão pouco, superou vários desafios comigo. E estamos aqui, firmes e fortes na amamentação, sem bicos artificiais ou mamadeiras. Quando voltei a trabalhar, ele passou a beber leite ordenhado no copo. E esta se desenvolvendo super bem: tem 75cm e 10kg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s